quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Alegria triste


“Se você tivesse acreditado
na minha brincadeira
de dizer verdades,
teria ouvido verdades
que teimo em dizer brincando.
Falei muitas vezes
como palhaço,
mas nunca desacreditei
na seriedade da plateia
que me sorria”.

CHAPLIN, Charles

*******

Palhaço, a sua alegria é triste, mas o teu sorriso não é falso. Ele apenas esconde o que você não quer mostrar para todo mundo. Você é sensível e frágil. Leva a alegria e guarda a tristeza. Pra quê, Palhaço?! O que aconteceu?! O que te fez tão mal?!
Abra seu coração, Palhaço, contemple o amor, a vida, a felicidade e guarde um estoque de sorrisos da sua plateia. Quando você precisar, basta fechar os olhos bem apertadinho e deixar os sentidos fluírem e você vai sentir no ar a alegria das pessoas que sorriem pra você, vai ouvir as gargalhadas e, principalmente, os aplausos de quem te admira!