segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Quando vira nó, já deixou de ser laço

"O amor é isso. Não prende, não aperta, não sufoca. Porque quando vira nó, já deixou de ser laço".
Mário Quintana

*******
O amor tem asa e deve voar livre, feliz, cheio de vida, encantando, se espalhando...
O amor tudo perdoa, mas o ser humano não! Atitudes devem ser tomadas com plena certeza de que realmente vale a pena. Se por algum instante há dúvidas, recue e repense. Só faça aquilo que realmente te faça bem. Não cabe arrependimento, é preferível que no coração caiba AMOR. Se não puder lidar com a falta que vai te fazer o amor, não vá. Fique. Ame. Ame mais uma vez. Ame todos os dias. Apenas ame. Sinta. Valorize. Se entregue. Faça valer a pena!
Mas se não sentir falta, por um único instante sequer, voe, voe bem alto e pouse e repouse sereno no ninho que melhor acolha sem sentir falta do outro ninho!